Dentista pessoa física ou jurídica: como pagar menos imposto?

Dentista pessoa física ou jurídica: como pagar menos imposto?

Compartilhe nas redes!

Dentista pessoa física ou jurídica, qual é a melhor opção para profissionais que desejam pagar menos imposto? Como uma contabilidade especializada em profissionais da saúde, a Edxcont decidiu preparar um artigo completo sobre o tema.

Continue conosco até o final, para ficar por dentro de tudo que você precisa saber sobre a tributação de dentistas que atuam como pessoa física e jurídica. Existem diferentes formas de tributação, e nós vamos ajudar você a encontrar a mais econômica para sua realidade.

Como funciona a tributação para dentista pessoa física

De acordo com a legislação em vigor, os dentistas que atuam como pessoa física, precisam contribuir obrigatoriamente com o Imposto de Renda da Pessoa Física, cuja alíquota pode chegar a 27,50% sobre os rendimentos dos profissionais.

Confira a tabela:

Base de cálculoAlíquotaParcela a deduzir
Até 2.259.00IsentoIsento
De 2.259,01 até 2.826,657,50%R$ 169,44
De 2.826,66 até 3.751,0515%R$ 381,44
De 3.751,06 até 4.664,6822,50%R$ 662,66
Acima de 4.664,6827,50%R$ 896,00

Além disso, aqueles que são autônomos, ou seja, que prestam serviços sem qualquer tipo de vínculo empregatício, precisam se cadastrar na prefeitura e recolher mensalmente até 5% de ISS sobre suas receitas de prestação de serviços.

Sem dúvida alguma, um modelo de tributação muito oneroso, e que acaba consumindo boa parte dos rendimentos dos profissionais de odontologia. Contudo, a boa notícia é que temos opções mais econômicas para quem decide abrir um CNPJ e atuar como pessoa jurídica.

Como funciona a tributação para dentista pessoa jurídica

Os dentistas que buscam a orientação de uma contabilidade especializada como a Edxcont, descobrem que podem pagar menos impostos ao tomar a decisão de abrir um CNPJ para prestar seus serviços como pessoa jurídica.

Na prática, isso acontece, pois através do CNPJ, os dentistas podem pagar seus impostos através de regimes tributários econômicos como o Simples Nacional ou o Lucro Presumido. Na sequência, vamos apresentar as alíquotas e explicar como esses regimes funcionam.

Impostos para dentistas no Simples Nacional

Dentistas optantes pelo Simples Nacional, pagam seus impostos em guia única mensal, com uma alíquota que incide sobre o faturamento.

Por sua vez, a alíquota a ser utilizada no cálculo dos impostos depende do volume de faturamento do profissional e da regra do fator R, que diz basicamente o seguinte:

  • Dentistas optantes pelo Simples Nacional que possuem despesas com pró-labore e folha de pagamento em percentual igual ou maior que 28% do seu faturamento, são tributados no Anexo III, cuja alíquota inicia em 6%.
FaixaReceita em 12 mesesAlíquotaValor a deduzir
Até 180.000,006,00%
De 180.000,01 a 360.000,0011,20%R$ 9.360,00
De 360.000,01 a 720.000,0013,20%R$ 17.640,00
De 720.000,01 a 1.800.000,0016,00%R$ 35.640,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,0021,00%R$ 125.640,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,0033,00%R$ 648.000,00
  • Dentistas optantes pelo Simples Nacional que possuem despesas com pró-labore e folha de pagamento em percentual menor que 28% do seu faturamento, são tributados no Anexo V, cuja alíquota inicia em 15,50%.
FaixaReceita em 12 mesesAlíquotaValor a deduzir
Até 180.000,0015,50%
De 180.000,01 a 360.000,0018,00%R$ 4.500,00
De 360.000,01 a 720.000,0019,50%R$ 9.900,00
De 720.000,01 a 1.800.000,0020,50%R$ 17.100,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,0023,00%R$ 62.100,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,0030,50%R$ 540.000,00

Além disso, considerando a coluna “valor a deduzir”, a alíquota máxima efetiva do Simples Nacional para dentistas e clínicas odontológicas é de 19,50% sobre o faturamento.

Impostos para dentistas no Lucro Presumido

Em muitos casos, o dentista pessoa jurídica que deseja pagar menos imposto, também pode optar pelo Lucro Presumido.

Neste regime, a alíquota não varia de acordo com o volume de faturamento do profissional ou com base nas suas despesas com folha de pagamento.

A regra é a seguinte:

  • 11,33% em impostos federais sobre o faturamento;
  • 2% a 5% de ISS (imposto municipal) sobre o faturamento.

Com isso, a alíquota de contribuição dos dentistas optantes pelo Lucro Presumido, pode variar de 13,33% a 16,33% sobre o faturamento mensal.

Diante das opções apresentadas até aqui, não tenha dúvidas, atuar como dentista pessoa jurídica é o caminho para pagar menos imposto.

Benefícios de atuar como dentista pessoa jurídica

Além da economia de impostos, os dentistas que decidem atuar como pessoa jurídica podem garantir outros benefícios importantes, incluindo:

  • Permissão para emitir notas fiscais;
  • Possibilidade de prestar serviços como PJ em clínicas;
  • Isenção de IRPF sobre o lucro transferido do CNPJ para a pessoa física;
  • Permissão para abertura de conta bancária empresarial com acesso a linhas de crédito;
  • Possibilidade de contratar plano de saúde com valores mais baixos que o praticado para pessoas físicas.

Diante de tantos benefícios, fica fácil entender o que tem contribuído para que um número cada vez maior de dentistas decida atuar como pessoa jurídica, não é mesmo?

Como abrir CNPJ para atuar como dentista pessoa jurídica

Abrir CNPJ para atuar como dentista pessoa jurídica e economizar no pagamento de impostos é muito mais fácil do que você imagina. Para isso, tudo que você precisa fazer é seguir as orientações do passo a passo abaixo.

1.Contrate um escritório de contabilidade: Para começar, você precisa contratar os serviços de uma contabilidade especializada em dentistas e prestadores de serviços da área da saúde, como a Edxcont.

A contabilidade vai fornecer todas as orientações necessárias para abertura do seu CNPJ, manter suas obrigações em dia com o fisco, e lhe ajudar a pagar menos impostos.

2.Separe os documentos necessários: Na sequência, e com a orientação do contador, você precisará separar os documentos básicos para abertura do seu CNPJ, incluindo:

3.Aguarde a abertura do CNPJ: Por fim, a contabilidade vai cuidar de todos os trâmites para abertura do seu CNPJ, incluindo:

  • Registro na Junta Comercial;
  • Emissão do CNPJ;
  • Emissão da Inscrição Municipal;
  • Liberação do Alvará de Localização e Funcionamento.

Não perca tempo, entre em contato conosco para abrir o seu CNPJ, atuar como pessoa jurídica e começar a pagar menos impostos.

Como uma contabilidade digital, atendemos dentistas de todas as partes do Brasil!

Classifique nosso artigo post

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

Como abrir CNPJ em Niterói?

Como abrir CNPJ em Niterói?

Se você está pensando em abrir CNPJ em Niterói, mas possui dúvidas, e não sabe exatamente por onde começar, saiba que você chegou ao lugar

Arquiteto pode ser Simples Nacional?

Arquiteto pode ser Simples Nacional?

Arquiteto pode ser Simples Nacional? Essa é uma dúvida muito comum entre profissionais de arquitetura que estão em busca de uma alternativa para pagar menos

Recomendado para você
Como abrir um consultório odontológico? Essa é uma dúvida muito…

baixe seu ebook Gratuito

Informe seu dados