É melhor trabalhar como psicólogo pessoa física ou jurídica?

É melhor trabalhar como psicólogo pessoa física ou jurídica?

Compartilhe nas redes!

É melhor trabalhar como psicólogo pessoa física ou jurídica? Essa é uma dúvida muito comum entre profissionais autônomos que estão em busca de economia no pagamento de impostos.

Sabendo disso, o time da Edxcont Contabilidade , sua assessoria contábil especializada em profissionais da área de psicologia, decidiu preparar um conteúdo completo sobre o assunto.

Para saber mais, e dentre outras coisas, descobrir qual é o caminho para economizar no pagamento de impostos, continue conosco e acompanhe este artigo até o final.

Impostos para psicólogo pessoa física

Um dos principais pontos que devemos levar em consideração na hora de definir se vale a pena trabalhar como psicólogo pessoa física ou jurídica, é a carga de impostos.

Nesse sentido, precisamos alertar que de acordo com a legislação em vigor, os psicólogos que prestam seus serviços como pessoa física, precisam contribuir mensalmente para o Imposto de Renda, cuja alíquota pode chegar a 27,50% sobre os seus rendimentos.

Confira a tabela abaixo:

Base de cálculoAlíquotaParcela a deduzir
Até 2.259.20IsentoIsento
De 2.259,21 até 2.826,657,50%R$ 169,44
De 2.826,66 até 3.751,0515%R$ 381,44
De 3.751,06 até 4.664,6822,50%R$ 662,66
Acima de 4.664,6827,50%R$ 896,00

Além disso, para atuar como autônomo, é necessário que o psicólogo se cadastre na prefeitura e recolhe mensalmente entre 2% e 5% de ISS sobre seus rendimentos.

Diante disso, podemos concluir que os impostos para psicólogo na pessoa física são muito elevados. Mas, e na pessoa jurídica, como funciona? Isso é o que nós veremos no próximo tópico.

Impostos para psicólogo na pessoa jurídica

Psicólogos que buscam a orientação de uma contabilidade e decidem abrir um CNPJ para prestar seus serviços como pessoa jurídica, podem recolher seus impostos com base em regimes como o Simples Nacional ou o Lucro Presumido.

Na sequência, nós vamos apresentar as alíquotas e explicar de forma detalhada como cada regime funciona. Vale a pena conferir!

Simples Nacional para psicólogo

No Simples Nacional os psicólogos pagam seus impostos em guia única mensal, cujo valor é calculado sobre o faturamento, levando em consideração a regra do Fator R, que de forma simplificada, diz o seguinte:

  • Psicólogos que possuem despesas com folha de pagamento e pró-labore em parcela igual ou superior a 28% do próprio faturamento, são tributadas no Anexo III, com alíquota a partir de 6%.

FaixaReceita em 12 mesesAlíquotaValor a deduzir
Até 180.000,006,00%
De 180.000,01 a 360.000,0011,20%R$ 9.360,00
De 360.000,01 a 720.000,0013,20%R$ 17.640,00
De 720.000,01 a 1.800.000,0016,00%R$ 35.640,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,0021,00%R$ 125.640,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,0033,00%R$ 648.000,00
  • Psicólogos que possuem despesas com folha de pagamento e pró-labore em parcela inferior a 28% do próprio faturamento, são tributadas no Anexo V, com alíquota a partir de 15,50%.

FaixaReceita em 12 mesesAlíquotaValor a deduzir
Até 180.000,0015,50%
De 180.000,01 a 360.000,0018,00%R$ 4.500,00
De 360.000,01 a 720.000,0019,50%R$ 9.900,00
De 720.000,01 a 1.800.000,0020,50%R$ 17.100,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,0023,00%R$ 62.100,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,0030,50%R$ 540.000,00

Importante: Apesar dos anexos acima, a alíquota máxima efetiva do Simples Nacional para psicólogos não passa de 19,50%, pois nos anexos, temos uma parcela de “valor a deduzir” a ser aproveitada.

Lucro Presumido para psicólogo

Por sua vez, quando por algum motivo os cálculos demonstrem que o Simples Nacional não é a melhor opção, os psicólogos também podem optar pelo recolhimento de impostos com base no Lucro Presumido.

No Lucro Presumido, não temos a regra do Fator R e as alíquotas são fixas, ou seja, elas não variam de acordo com o volume de faturamento. Na prática, funciona assim:

  • Impostos Federais: 11,33% sobre o faturamento;
  • Imposto Municipal (ISS): 2% a 5% sobre o faturamento.

Diante do comparativo tributário que nós apresentamos até aqui, não restam dúvidas, em função das alíquotas menores, é melhor ser psicólogo pessoa jurídica.

Vantagens de ser psicólogo pessoa jurídica

Além de garantir uma boa economia mensal de impostos, os psicólogos que decidem abrir um CNPJ, podem aproveitar outros benefícios, dentre os quais, podemos destacar:

  • Permissão para emitir notas fiscais: Como pessoa jurídica o psicólogo pode emitir notas fiscais, e com isso, atender clientes que exigem esse tipo de documento, incluindo empresas.
  • Conta bancária empresarial: Com um CNPJ você também poderá abrir uma conta bancária empresarial, e com isso, ter acesso a uma série de benefícios, incluindo linhas especiais de crédito.
  • Economia no plano de saúde: Se você possui ou planeja contratar um plano de saúde, saiba que eles costumam custar menos para pessoas jurídicas.
  • Isenção de IRPF sobre lucros: Todo lucro gerado no seu CNPJ e transferido para o seu CPF, será considerado uma receita isenta na declaração anual de Imposto de Renda da Pessoa Física.

Esses são apenas mais alguns dos benefícios que reforçam a tese de que trabalhar como psicólogo pessoa jurídica é a melhor opção.

Abra o seu CNPJ com a Edxcont Contabilidade

Abrir um CNPJ e começar a aproveitar todos os benefícios dessa decisão pode ser mais fácil do que você imagina, principalmente se a sua escolha for a Edxcont Contabilidade.

O nosso time de especialistas pode cuidar de todos os trâmites para abertura do seu CNPJ, sem que você precise se preocupar com burocracias. Para isso, vamos precisar apenas de alguns documentos básicos, incluindo:

  • RG e CPF;
  • Comprovante de residência.

Vale destacar, que mesmo que você ainda não tenha um endereço comercial próprio ou alugado, é possível abrir o seu CNPJ.

Trabalhar como psicólogo pessoa jurídica é a melhor opção, e tudo o que você precisa saber após ter feito essa importante descoberta, é clicar no botão do WhatsApp para falar com um dos nossos especialistas.

Como uma contabilidade digital, nós atendemos psicólogos de todas as partes do país, e podemos ajudar você a pagar menos impostos, aumentando seus rendimentos líquidos mensais. Conte conosco!

Classifique nosso artigo post

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

Como abrir CNPJ para restaurante

Como abrir CNPJ para restaurante?

Como abrir CNPJ para restaurante? Essa é uma dúvida muito comum entre aqueles que desejam empreender nesse tipo de atividade. Por sua vez, sabendo disso,

Como regularizar um CNPJ inapto?

Como regularizar um CNPJ inapto?

Você sabe o que é um CNPJ inapto? Manter a regularidade fiscal e cadastral é fundamental para o funcionamento de qualquer empresa. No entanto, diversas

Recomendado para você
Você sabe o que é um CNPJ inapto? Manter a…

baixe seu ebook Gratuito

Informe seu dados